“A escravidão nos humilha perante a comunidade internacional”, afirma presidente da ANPT

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho e a Escola Nacional Associativa dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Enamatra) realizaram esta semana, de 16 a 18 de junho, o seminário virtual “Trabalho Escravo Contemporâneo: trabalho digno, dilemas e perspectivas”. O painel das 16h de hoje, que discutiu ações afirmativas, erradicação e perspectivas em relação ao trabalho escravo, contou com participação do presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, José Antonio Vieira de Freitas Filho.


Em sua manifestação no seminário, o procurador ressaltou que o Brasil é um estado democrático de direito constitucionalmente compelido à efetivação do ideário da justiça social, o que pressupõe a valorização do trabalho e a preservação da dignidade da pessoa humana. “A escravidão nos humilha perante a comunidade internacional, nos tem exposto a vexatórios embargos e atenta contra a concretização de todos os objetivos fundamentais da república”, afirmou José Antonio Vieira.


Clique aqui e confira a íntegra da participação da ANPT no seminário.

Tags: